segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Familia CQC - 5º capítulo


No capítulo anterior...



Oscar e Marco foram surpreendidos pela visita, que revelou ser quem eles menos esperavam... 

-SOU EU MENINOS!, A MÃE DE VOCÊS!

Oscar levantou do sofá assustado, perdido, começou a tremer, Marco não se movia mais.

-Sim meu filhos, sou eu, a mamãe! Estava morrendo de saudades dos meus pequenos!
-MAEEE???? NÃO, ISSO NÃO TÁ ACONTECENDO – Marco ainda assustado
-Vocês não estavam com saudades de mim?Procurei tanto vocês, tanto, tanto e finalmente achei!
-Agora você sente saudades dos filhos né Dona Elizabeth!?Agora que estão todos adultos, educados... 

Palmirinha ironizava a mulher

- Me arrependi muito, muito de ter os deixado, quero recomeçar a nossa vida
-Eliza...Eliza...Eliza...er, Elizabeth... er... dona Elizabeth... não... ma...ma...mae? ma.. Dona Eliza...
- Oscar, não me chame de Elizabeth, chame de mãe por favor ! Meu pequeno pônei!
-Mamãe!!! nunca falei essa palavra, to emocionado – Os olhos de Oscar se encheram de lágrimas
-Então venha aqui meu ursinho, me dê um abraço bem gostoso 

Oscar abraçou a mãe, mas tão forte, mas tão forte Marco fez a mesma coisa, Palmirinha olhava a cena ao mesmo tempo com pena, e ao mesmo tempo com raiva de Elizabeth, como poderia depois de anos voltar assim?. 

- Isso vai dar problema – Palmirinha pensava
-Baaahhh Elizabeth você não tem vergonha na cara não?o MARCELO CRIOU SOZINHO OS FILHOS, PASSOU O QUE PASSOU E AGORA VEM VOCÊ AQUI ACHANDO QUE NÃO ACONTECEU NADA? BARBARIDAAADE! - Nelson ficou revoltado
-Calma Nelson, eu sei que você tem raiva de mim mas eu errei muito, quero a minha família e meus filhos de volta!
-Pára tio, não briga com a mamãe não! ela se arrependeu do que fez- Oscar protegia a mãe
-Bah Oscarzito, você mal conhece essa mulher e já tá protegendo e chamando de mãe? Mas que baah- 

Nelson vendo que não adiantaria nada ficar discutindo com Elizabeth, resolveu sair

-Filho, aonde você vai? – Palmirinha tentando resolver a situação
-Mãe, vou dar um volta, fiquei com a cabeça quente vendo essa mulher, apenas isto, até mais tarde
-Oscar e Marco, sentem aqui ao meu lado, quero contar algo pra vocês!
Palmirinha vendo que a mulher já dominou os netos resolveu sair da sala também
- Com licença vou para a cozinha-

Oscar e Marco sentaram ao lado da mãe, um do lado esquerdo, e outro do direito, Elizabeth passou as mãos nos cabelos de Oscar e de Marco, os três começaram a conversar alí, ela contou sobre o nascimento de cada um deles, Oscar e Marco riram muito, em alguns momentos se emocionaram,
Mônica apareceu na sala 

-Vó, a senhora quer ajuda pra fazer os biscoitinhos e... (Mônica deu de cara com a mãe)
-Olá moça – Elizabeth olhou para Mônica
-Oi, eu não sabia que tinha visitas aqui Oscar, porque você não me avisou, eu teria me produzido mais e...
-Deixa disso Mô, sabe quem é ela?
-Não, desculpa, mas quem é você?
- Minha princesinha ! Sou eu, a mamãe!!
-Minha o que? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK que piada é essa gente? Cadê as câmeras escondidas? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
-Não ria de mim filha, sou eu, sua mãe!
-Gente, eu to Barbie na caixa! Como assim minha mãe? Minha mãe sumiu do planeta quando eu era ainda uma recém nascida
-Eu sumi filha, mas voltei pra vocês, minha bonequinha fofa, a única mulher no meio de 7 homens .
-Mãe? Nossa, mas não é que você se parece mesmo comigo? Então você é minha mãe mesmo? que legal!
-Que legal só Mô? Puxa vida filha você só fala isso pra mim? o Oscar e o Marco foram mais receptíveis comigo
-Desculpa, mas é que eu to impressionada ainda, não sei o que falar, nunca tive uma mãe, daí do nada você volta, é estranho
-Com o tempo você acostuma Mô!

Mônica nem ligou muito, afinal sempre escutou de Marcelo que a mãe tinha desaparecido do mapa

-Caramba, minha mãe aqui!xi... O papai não vai gostar nada disso-Mônica pensava enquanto olhava aquela mulher conversando animadamente com Oscar e Marco
-Vai demorar muito eu me acostumar com você hein?
-Filha, você falando assim parece que não gostou da minha presença
-Claro que eu gostei! é que é novidade pra mim ainda, sabe? mas acho que vai ser legal ter uma mãe aqui em casa
-Então me conte as novidades Mô, tá namorando?
-Rsrs não,assim você me deixa sem graça rsrs

Elizabeth então conversou com os três, Mônica ainda a estranhava, enquanto o papo rolava solto na sala, ouviram Rafael treinar lá no quarto

- MEU FILHO VAAAI TEERRR, NOME DE SAAANTTOOO, QUERO O NOME MAIS BONIITTOOOO ♫ , ESTOU COM MEDO, TIVE UM PESADELO, SÓ VOU VOLTAR DEPOIS DAS 3...
-Quem é que tá cantando assim tão bonito?
-Mãe, é o Rafael!
-Ahh eu não acredito, sério mesmo? Meu filho virou um sabiá?
-Ele fica cantando o dia inteiro rsrs, até faz uns shows nuns barzinhos aí, sabe o que ele faz muito? Sobe no pé de siriguela alí da frente de casa e fica lá em cima cantando, o pai já ficou uma fera com ele, mas não tem mais jeito – Marco denunciava o irmão,
-Hum... Que orgulho da mamãe!, Eu ia lá mexer com ele, mas acho melhor ele ensaiar, depois converso !
E foi assim durante a tarde inteira, Elizabeth conversando com os filhos, Palmirinha não podia mais interferir, e Nelson foi esfriar a cabeça

A noite chegou... e como ele, Rafinha e Felipe voltaram pra casa depois de um longo dia de trabalho

-Não sou aquele dinossauro da Família lá, mas>> QUERIDOS, CHEGUEI!!! –Q – Rafinha entrou em casa já zuando os irmãos

Elizabeth estava na cozinha ajudando a avó dos meninos a preparar o jantar, escutou a voz de Rafinha e foi até a sala

-RAFINHA!!!!!!
-Oi?quem és tu criatura do Pântano? – Rafinha zuando mais uma vez
-Ai meu filho... sou eu!!! a mamãe! Como você cresceu!
-Mamãe? como assim meu Deus? Minha mãe sumiu do mapa!
-Mas voltei pra vocês meus amores
-Então você é a pessoa que nos pariu, é isso? Oh, não acredito que estou frente a frente com você!!! queria mesmo conversar, me fale como foi ter 7 filhos? cadê as câmeras? to me sentindo um repórter do Caiga Quien Caiga agora, FALTA O TERNO!!!
-KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ai ai Rafinha você é tão engraçado filho!
 - Filho? mas quem se chama filho aqui é o Oscar Filho minha senhora, o meu é Rafinha e...
Rafinha vendo que não adiantaria nada fazer piada com a situação, entregou-se

-Mãe? a senhora fez tanta falta!
-Owwwwnnn meu primogênito! eu senti muita falta de vocês também
Rafinha abraçou a mãe

Marcelo chegou em casa acompanhado de Felipe, ambos entraram em casa conversando

-Meu filho, ainda quero dar uma passadinha lá no museu! Podemos marcar um dia e...

Marcelo deu de cara com Elizabeth, por um momento o mundo parou alí, os dois se olharam firmemente, o coração de Marcelo bateu mais forte

-Mas olha só quem está aqui...
-Marcelo! Meu amor, eu estou de volta!
-Meu amor? Quem é o seu amor? Não é aquele tal de Rodrigo com quem você fugiu?
-Não! Aquilo foi só ilusão! O grande amor da minha vida é você!
-Ha sei, ilusão né?
-Por favor... Perdoa-me!
- Olha aqui Elizabeth, você de madrugada foge, me deixa sozinho cuidando de 8 filhos, sendo que um era recém nascido! Como você acha que eu fiquei?
- Eu sei! Eu fugi porque eu tive medo, de não dar conta deles... Nossa! Mais só o tempo pra me fazer enxergar, o quanto os meus filhos fazem falta!
-Agora você sente falta né?
-Sim! Eu fui errada em abandonar vocês... mais agora e estou de volta
-Mas eu não! Você nem viu eles crescerem... por favor, não nos procure mais!
-Não faça isso comigo Marcelo! SOU A MÃE DELES, TENHO ESSE DIREITO!
-Mas é esse o tratamento que você merece por ter feito isso comigo –Marcelo ficou irritado e aumentou o tom da voz

UM BATE BOCA COMEÇA ENTRE OS DOIS!!!

Felipe calado. Rafael de lá do quarto escutou a discussão e saiu pra ver o que era, quando viu aquela estranha visita debatendo tudo o que Marcelo falava, resolveu interferir

-EIIII!!!!!! QUE CONFUSÃO É ESSA AQUI? AQUI NÃO É A CASA DA MÃE JOANA!
-ISSO MESMO! ESSA MULHER LOUCA INVADE A MINHA CASA E AINDA VEM BRIGAR COMIGO!
-É ASSIM QUE VOCÊ ME TRATA SEU CACHORRO? EU TENHO O DIREITO DE VÊ-LOS!
-Pai! O que está acontecendo aqui? Quem é essa mulher?- Rafael tentando entender
-É UMA LOUCA QUE EU NEM CONHEÇO! VEM BRIGAR COMIGO!
-VOCÊ NÃO ME CONHECE? HA MAIS ESSA PIADA É MUITO SEM GRAÇA! CLARO QUE VOCÊ ME CONHECE SEU IDIOTA! NÃO SE LEMBRA QUE UM DIA VOCÊ ME DISSE QUE QUERIA TER 3 FILHOS? QUE O DANILO DEMOROU UMA ETERNIDADE PRA NASCER? QUE O OSCAR É PREMATURO? QUE O RAFINHA É O PRIMEIRO FILHO? QUE O FELIPE SÓ SABE FALAR HÃ? QUE O RAFAEL É UM ARTEIRO? VOCÊ SE LEMBRA DISSO?
- PAI, COMO ESSA MULHER SABE TUDO DE NÓS? – Rafael mais interferiu
-SOU EU RAFAEL, A SUA MÃE!

Rafael levou um susto, Felipe não sabia o que falar

-ELIZABETH! NÃO ADIANTA MAIS VOLTAR ATRÁZ!
-CALA A BOCAA!!! VOCÊ NÃO ESTÁ VENDO QUE EU ESTOU TENTANDO ME APROXIMAR DELES?
-Quero um abraço coletivo agora de vocês, meus filhos amados
-FILHOS AMADOS? QUE HISTÓRIA É ESSA? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
-Marcelo, fica na tua

Os meninos juntos então abraçaram a mãe, abraço coletivo! Marcelo se mordia de raiva da esposa, e Elizabeth dava atenção cada minuto para um dos meninos, sentiu falta de alguém

-Mas tá faltando o Danilo! cadê meu Dalinhinho?

Danilo apareceu na sala arrastando o travesseiro, de camisa branca e só de cueca, cabelo todo esparramado

-(bocejo) ( com os olhos fechados)- Ah, que horas são?porque não me acordaram? mais tarde tenho que fazer stand up e...

Danilo abriu os olhos, e viu os seus irmãos todos ao lado daquela estranha mulher

- FILHO!!!!! – Elizabeth correu e foi abraçar Danilo
-Oi? Quem é você? Porque está me abraçando assim?
-Meu filho!!!! sou eu , a mamãe!
-COMO É QUE É A HISTÓRIA? MÃE? QUE ISSO?
-Sim! a sua mãe, nossa como você tá grande filho
-EI, EI, PODE PARAR DE ME CHAMAR DE FILHO! NÃO TENHO MÃE !
- Antes não tinha, mas agora voltei, e pra ficar!
-Pai, isso é verdade? – Danilo olhando para Marcelo
-Infelizmente é verdade Danilo
-SAI, SAI DE PERTO DE MIM SUA MALUCA!
-Que isso meu filho, porque tá me tratando assim?
- PORQUE EU NÃO GOSTO DE VOCÊ, VOCÊ ABANDONOU A MIM E A MEUS IRMÃOS!
-Não fale isso Danilo,é passado agora!
-NÃO QUERO SABER, EU ODEIO VOCÊ, ODEIO, ODEIO, ODDEEEEIIOOOOOO A MINHA MÃE MORREU!!
-Mano, pare com isso – Rafinha tentando controlar a situação

Marcelo foi pro quarto e começou a socar a cabeça no travesseiro, enquanto falava

- TAVA BOM DEMAIS PRA SER VERDADE

E na sala a discussão rolava solta, Palmirinha tentava controlar a situação, mas de nada adiantou, Danilo ficou muito revoltado e os meninos tentando fazer ele parar

-QUEM É VOCÊ PRA VOLTAR ASSIM? CRESCI SEM MÃE, SEM AMOR, SEM NADA! ODEIO VOCÊ !!!!
-Não fala assim comigo Danilo, eu te amo
-AGORA AMA NÉ? QUE BOM. POIS EU TOMEI UMA DECISÃO AGORA

Marcelo voltou pra sala, ainda contando até 10, de tanta raiva, enquanto Danilo ainda continuava a gritar com a mãe

-VOCÊS ESCOLHEM, OU EU, OU ELA!


Continua na próxima semana ;D

Escrito por: Aglaisse Ramona ( @fanfics_CQC)

2 comentários:

  1. Mano,curti muito essa estoria
    Mas,tipo,achei que os meninos aceitaram ela como mãe muito rápido!
    Sou bem mais "chata",se algo assim acontecesse comigo,eu nunca iria ta afim de ver a cara dessa mulher!
    Iria odia-la até o fim! #DaniloéNóis

    ResponderExcluir